Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
WizardMorpheus

[DICA] Breve descrição da arvore de diretorios do Linux

Recommended Posts

Bom dia/tarde/noite.

 

rh4_0401.gif

 

Trago este pequeno post com o objetivo de trazer a vocês uma pequena descrição dos principais diretórios da arvore de um sistema Linux genérico.

A árvore de diretórios dos sistemas Linux é composto de diversos diretórios conforme lista a seguir(pode haver variação de acordo com versão/distribuição):

/bin   
/dev  
/mnt  
/root
/tmp
/vmlinuz
/boot
/etc
/opt  
/run  
/srv  
/usr
/vmlinuz.old
/cdrom
/home
/lib            
/media      
/proc
/sbin
/sys  
/var

Cada um desses diretórios tem uma função especifica dentro do sistema. Vamos listar os principais com sua respectiva função.

/bin

O /bin é onde ficam os arquivos binários (executáveis) dos comandos básicos do sistema, e assim sendo estes arquivos podem ser executados por qualquer usuário do sistema. Estamos falando de comandos essenciais como cp, mv, cd, ls...

/usr

Ao contrário do que muitos pensam usr não se refere a usuário, mas a "Unix System Resources". É neste diretório que a maioria dos programas são instalados, assim como bibliotecas e documentação dos programas

/boot

É onde ficam arquivos referentes a inicialização do sistema.

/dev

Este é para mim o mais interessantes dos diretórios uma vez que os arquivos contidos aqui, não são arquivos de texto, ou binários mas sim apontadores que indicam dispositivos de hardware conectado. Como no Linux tudo vira arquivo, os dispositivos não são diferente.

/etc

Onde ficam arquivos de configuração do sistema e de outros softwares. Os arquivos de configuração são comumente apresentados como arquivos de texto facilitando a edição manual.

/lib

É onde ficam as bibliotecas usadas pelos programas que ficam em /bin e /sbin.

/home

Dentro do /home normalmente é criada uma pasta para cada usuário. É onde ficam os arquivos pessoais, documentos, músicas e vídeos do usuário(exceto para o usuário root).

/mnt

É usado para "montar" unidades de disco ou de rede por meio do comando mount. Após montar o diretório a unidade fica disponível como se fosse mais um diretório do sistema.

/proc

Diretório onde ficam arquivos que armazenam informações sobre processos do sistema.

/tmp

Arquivos e pastas criadas temporariamente ficam nesse diretório.

/root

É uma pasta analoga as pastas de usuário que ficam no /home, mas para o usuário root.

/

Por fim o mais importante dos diretórios, é o diretório / também chamado de diretório raiz. É dentro desse diretório que ficam todos os outros. É a base para toda a árvore de arquivos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado.

Eu fiz com a intenção de ajudar a galera mais iniciante mesmo, pois acho que pode ser um impacto um pouco maior começar já com conteúdos intermediários/avançados sem ter uma boa base. Pretendo fazer mais alguns conteúdos de nível básico focando nesse publico.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  



  • Conteúdo Similar

    • Por thdr
      Boa tarde galera, alguém conhece alguma RFC ou tem algum material ou método de padronização para desenvolver uma estrutura de unidades organizacionais e objetos de domínio no LDAP ?, Obrigado desde já !!
    • Por Loock
      [Material / Conteúdo / Linux]
       
      - Olá soldados da Fsociety Brasil! 
      Venho hoje compartilhar uma pasta no MEGA, que nela contém um vasto conteúdo de "KALI LINUX, FEDORA, DEBIAN, FORENSE LINUX, LINUX EM REDES DE COMPUTADORES" e outros..

      ( Espero que gostem  )

      LINK --> https://goo.gl/nN3eQh
      LINK --> https://goo.gl/nN3eQh 
      LINK --> https://goo.gl/nN3eQh
    • Por EXT
      Olá membros, estou começando no mundo do Linux (por assim dizer), e tenho umas dúvidas aqui, vamos lá...
      Eu atualmente utilizo a distro  Manjaro, e futuramente, pretendo ir pro Arch de vez, e sei que o Arch tem uma distribuição (ou complementação) voltada para testes de penetração e por ai vai. Eu já utilizei o Kali algumas vezes, e ele é bem de boa, tanto por qual é derivado, que foi até bem mais fácil de mexer na época, e tem muita, muita coisa, sobre ele por ai, e o problema é, estou  em dúvida em qual distro usar voltada para segurança, tem tudo sobre o Kali por ai, mas vi que os programas do BlackArch são mais atualizados,  e o  sistema em si flui melhor... E pensando nisso, não se tem muito sobre as ferramentas presentes na distro do Arch,  não pelo que pesquisei, pelo menos. Outro ponto  é, quando  se pesquisa por cursos/certificação pela net, só  se vê: KaliKaliKaliKali... Para quem ainda tá começando, vale ir no Kali e depois pegar no Black, ou não vai ter tanta diferença? 
      Deixem suas opiniões e experiências com cada sistema, vai ajudar bacana o/
      É isso ae, vlw!  
    • Por Prosniper
      Uma ferramenta baseada em PHP que ajuda você a gerenciar todos os seus sites Backdoored de forma eficiente. 

      O ShellStack é uma ferramenta de gerenciamento de backdoor baseada em PHP. Esta ferramenta é útil para "HACKERS" que desejam manter uma faixa de cada site que eles cortaram. A ferramenta gera um arquivo de backdoor que você só precisa carregar no site e colocar o URL de backdoor no shells.txt presente no diretório da ferramenta.
      Com ShellStack você pode
      Importar shells PHP Obter detalhes do servidor Carregar arquivos do seu sistema usando seu terminal E acima de tudo, você pode gerenciar suas portas traseiras de forma eficiente  Como usar
      git clone https://github.com/Tuhinshubhra/shellstack cd shellstack php shellstack.php generatebd saia utilizando CTRL + C  Isso gerará um arquivo de backdoor no mesmo diretório que a ferramenta em um arquivo chamado backdoor.php Carregue o arquivo Backdoor para o site da Vítima Copie o URL do Backdoor e cole-o no arquivo shells.txt presente no diretório da ferramenta e salve-o ( Cada backdoor está separado por uma nova linha ) php shellstack.php Digite o número de série atribuído ao Backdoor O resto é bastante auto-explicativo Veja o vídeo aqui:  Requisitos
      php curl Exemplo
      [email protected]_MACH1N3:/home/redhaxor/Desktop/shellstack# php shellstack.php ________________________________________________________________________________ _______ _ _ _______ _______ _______ _______ _______ _ _ |______ |_____| |______ | | |______ | |_____| | |____/ ______| | | |______ |_____ |_____ ______| | | | |_____ | \_ ________________________________________________________________________________ Simple Backdoor Management System Coded By R3D#@x0R_2H1N A.K.A Tuhinshubhra Shout Out: LulZSec India ================================================================================ List Of Backdoors: 0. http://localhost/backdoor.php ============================================= [#] Enter Either Of These (Backdoor No.|help|generatebd) : 0 [+] Shell Selected: http://localhost/backdoor.php [+] Validating Backdoor: Backdoor Found! List Of Actions ================ [1] Import PHP Shells [2] Server Details [3] Remove Backdoor [4] Remote File Upload [5] Exit [#] Select Option(1|2|3|4|5):2 [+] Server Info [i] Sending Request And Getting Response... [i] Server: Linux R3D_MACH1N3 4.9.0-kali4-amd64 #1 SMP Debian 4.9.30-1kali1 (2017-06-06) x86_64 [i] Server IP: 127.0.0.1 Press Enter To Continue List Of Actions ================ [1] Import PHP Shells [2] Server Details [3] Remove Backdoor [4] Remote File Upload [5] Exit [#] Select Option(1|2|3|4|5):1 List Of Shells =============== [1] Dhanush shell {User & Pass : shellstack123} [2] B374K shell {Pass : shellstack123} [3] Kurama shell V.1.0 {Pass : red} [4] WSO shell {Pass : shellstack123} [5] MiNi shell {User & Pass : shellstack123} [#] Select Shell To Import(1-5):1 [i] Importing Shell... [i] Sending Request And Getting Response... [R] Dhanush Shell Imported Successfully To /var/www/html/dhanush.php Press Enter To Continue List Of Actions ================ [1] Import PHP Shells [2] Server Details [3] Remove Backdoor [4] Remote File Upload [5] Exit [#] Select Option(1|2|3|4|5):5 [email protected]_MACH1N3:/home/redhaxor/Desktop/shellstack# Versão 
      Versão 1.0 Screenshot

      Tutorial retirado do site:  http://www.kitploit.com
    • Por WHITE
      Olá clã, venho aqui trazer uma apostila ótima de shell script, foi com ela que aprendi bem o básico, espero que te ajudem! aqui o link Apostila de Shell Script
      Mas não esqueça de aprofundar, somente isso não sera o suficiente para dominar o linux.
      Att.
×

Informação Importante

Ao usar este site, você concorda com nossos Termos de Uso.